Pastor Eliel Soares  
 
  Sua Vida 04/27/2017 5:13am (UTC)
   
 

Eliel Amaral Soares                         

''Eliel” é de origem hebraica Eliel e significa, Deus é o meu Deus, é encontrado 10 vezes.

Infância

Ao abrir o Livro nº 28 às folhas nº 560, número 6.362 do 1º Cartório do Registro Civil das Pessoas Naturais, encontra-se o assento de nascimento às 19:30 horas da quinta-feira do dia 20 de dezembro de 1951, na Praça do Cruzeiro, casa nº 12, Bairro do Cruzeiro, Cidade de Feira de Santana, Estado da Bahia de  ELIEL AMARAL SOARES.

O nome “Eliel” é de origem hebraica e significa, Deus é o meu Deus, é encontrado 10 vezes na Bíblia e sempre ocupando cargos de relevância, Cabeça I Cr 5.24; E estes foram os cabeças de suas casas paternas, a saber: Efer, Isi, Eliel, Azriel, Jeremias, Hodavias e Jadiel, .... Homem Valente I Cr 5.24. Homem de nome I Cr 5.24 (Reputação).... homens de nome, e .......Chefe. I Cr 15.9; I Cr 15.9 dos filhos de Hebrom, Eliel, o chefe, e de seus irmãos oitenta; Sacerdote e Levita, I Cr 15.11. Então chamou Davi os sacerdotes Zadoque e Abiatar, e os levitas Uriel, Asaías, Joel, Semaías, Eliel e Aminadabe, Superintendente e Dirigente...E Jeiel, Azazias, Naate, Asael, Jerimote, Jozabade, Eliel, Ismaquias, Maate e Benaías eram superintendentes sob a direção de Conanias e de Simei, seu irmão, por decreto do rei Ezequias e de Azarias, o chefe da casa de Deus. Atai o sexto, Eliel o sétimo, I Cr 12.11.

Na foto ao lado, Eliel nos bracos de sua Mae.

Havia regozijo no lar do Pr. Severino Soares.

Naquele dia, sua esposa

Nilda Amaral Soares,

serva de Deus trazia ao mundo mais um filho.

 
Havia regozijo no lar do Pr. Severino Soares. Naquele dia, sua esposa Nilda Amaral Soares, serva de Deus trazia ao mundo mais um filho. Seu genitor, fiel Ministro de Deus, incansavelmente desenvolvia seu ministério como colportor e vendedor de literaturas evangélicas nos Rincões Baiano nas cidades de Sto. Estevão, Cavunge, Cachoeira, Juazeiro, Ilhéus, Uruçuca, Feira de Santana e em muitos outros do Recôncavo Baiano e interior, no cumprimento do “ide” de Jesus por todo mundo. Seus avós paternos Antonio Clementino Soares e Torquata Soares, tementes e fieis a Deus, conhecidos no Cruzeiro pelo testemunho, vida e verdadeiros anunciadores de boas novas de salvação, não obstante o período de dificuldades e lutas que era comum a Igreja em Feira naquela época com a perseguição do clero e igreja romana que mobilizava as freiras para rasgarem todo e qualquer tipo de literatura. As casas dos novos decididos invadidas, Bíblias e Livros Evangélicos rasgados. Foi aí nesta dinâmica evangelistica, dificuldade e lutas da família Soares que nasceu e cresceu Eliel. Conheceu apenas o seu avô materno Zuzart que sempre lhe contava histórias infantis e a lenda do jegue que lhe causava juntos aos seus irmãos risos e alegria.

 

     
Sua Origem e Raizes 

Segundo as pesquisas etimológicas e genealógicas, de Portugal. Soares, designação familiar não constitui propriamente apelido, por na origem, foi patronímico de Soiero. Há muitas proveniências de Soares, porquanto na Idade Média o nome próprio Soieiro foi bastante usado.

           Eliel  Amaral Soares


Brasao dos Soares - Portugal


Desde a tenra idade, acompanhava seu pai nas suas andanças a serviço de Deus. A manifestação do Espírito Santo que envolvia a vida do Pastor Severino refletia-se, de forma poderosa na de Eliel, que sentia no seu coração, o impetuoso e ardente anseio de servir a Deus. Era a chamada de Deus na sua vida. Certo dia teve uma visão. Deus mostrava-lhe: “uma arvore que nascia, crescia tornava-se grande e seus galhos se estendiam por todas as partes”. Contou esta visão ao Pr. Manoel Fernandes, em Cachoeira – Bahia- e ele, lhe revelou de que se tratava de uma chamada ministerial.


Adolescência


A confirmação não demorou vir. Com 15 anos seguindo as pisadas de seu pai Eliel iniciava sua trajetória nas veredas do Senhor.

Eliel ao lado do seu amigo Rainal quando ambos iniciam como Cooperadores na Igreja em Cachoeira, Bahia. Marco de 1967 e passa a ser uma vida dedicada ao Rei Jesus.

.

 
Em 1966, acompanhando sua mãe e seus irmãos Eliude e Elienildo, embarcaram, na cidade de Cachoeira no trem que os conduziria à São Paulo. Porém, quando atingia a Divisa da Bahia com Minas Gerais, em uma Cordilheira próxima a Região chamada de Salto da Onça, descarrilou, tombando. Deus, porém, guardava aquela família. Eliel e Elienildo pularam pelo vagão dos fundos, no momento da catástrofe, sendo milagrosamente salvos. Sua mãe e Eliude permaneceram no trem, mas nada sofreram. Após, todos Glorificaram a Deus, pois que Ele lhes dera o Livramento. Guardou-os e segurou com suas portentosas mãos o trem impedindo-o de rolar pelo despenhadeiro abaixo. Depois de quinze dias de viagem, chegaram a São Paulo, hospedando-se na casa de seus tios Daniel e Miúda em Osasco, os quais serviam a Deus na Cong. De V. São José no setor Lapa/Osasco pastoreado, na época pelo Pr. Camargo. Eliel acompanhava seu tio Daniel, que era Diácono do setor, em todos os cultos, pois que, cada dia, aumentava sua fidelidade a Deus.

Certo dia, Deus deu a família outro livramento. Havia prenúncios de um grande temporal. Os céus estavam cobertos de nuvens escuras, os trovões ensurdecedores se ouviram, os relâmpagos eram intensos. De repente, um raio atinge a casa de seu tio como se fosse uma bomba de grande porte. A descarga elétrica foi terrível. Nunca tinham visto aquilo. Porém Jesus os guardou e os livrou. Nada lhes aconteceu. Refeitos do grande susto Glorificaram a Deus pelo livramento recebido.

Dias depois, auxiliado por seu primo Tabajara, dirigente do Coral da Congregação de Vila São José em Osasco, Eliel tirou sua Carteira Profissional, e depois, foi apresentado na empresa R. S. Hall Ltda., na Barra Funda, também por seu primo, sendo admitido como aprendiz de torneiro mecânico.

Porém, pouco tempo depois, sua mãe resolve voltar à Bahia, levando-o consigo. Chegando no Estado Baiano, continuou fiel ao Senhor, servindo-o na plenitude de suas forças.

No dia 11 de setembro de 1966, numa manhã de consagração com os infanto – juvenis da igreja, á Rua Martins Gomes, 26 foi batizado com o Espírito Santo. Dias depois, em 25 de setembro de 1966 no Templo sede da Assembléia de Deus em Cachoeira foi batizado nas Águas.

A mão do Senhor era com ele, confirmando seus passos. Pode-se repetir aqui o que Deus disse a Ananias acerca do Apostolo Paulo em Atos Cap.9 – versículo 15: “Vai porque este é para mim um vaso escolhido”. 

Seus Trabalhos


Início da Carreira Pastoral ainda na Adolescência e Juventude


Com aproximadamente 15 anos foi separado para cooperador da Igreja A. D. em Cachoeira, passando trabalhar intensamente junto a Rainal Pereira Costa nas áreas de Evangelismo e Abertura de Novos trabalhos.

Alem disto estudou musica com o Prof. Antonio dos Reis Rodrigues, conhecido como ‘Antonio Rainha’na escola Filarmônica Lira Cecíliana, aprendendo tocar Requinta, Sax Soprano, e clarinete.

Seu pai após o frutuoso e dinâmico trabalho no campo de Cachoeira onde construiu o belíssimo templo e o inaugurou com muito esforço e campanhas, foi transferido para o campo de Uruçuca, região sul cacaueira da Bahia.

Trabalhando com seu pai, agora na cidade Uruçuca, Eliel foi deslocado para a Cidade de Ubatã para formar um coral na congregação daquela Cidade, passando cooperar, também, com o então Pb. Pedro Francisco na direção daquele trabalhado, face às dificuldades de horário enfrentado pelo dirigente.

Em 1967, pela 1a. vez, participou da Convenção Estadual das Assembléias de Deus na Bahia quando se realizava a Cruzada “Cristo é a Resposta”e a Conferencia “Vida Profunda” do Missionário Morris Cerullo.

Foi indicado para o trabalho de Itajuípe, assumindo-o em 24 de janeiro de 1969. O trabalho cresceu e nove meses depois, recebeu a doação de um terreno do novo convertido irmão Salustíano – fazendeiro da região – lançou, em companhia de seu pai a Pedra Fundamental do Novo Templo.

     
2ª Congregacao que foi dirigir Itajuipe - Bahia

Pr Eliel Amaral Soares junto aos outros obreiros escavando o terreno que foi doado  pelo novo convertido irmão Salustíano – fazendeiro da região – para o lançamento em companhia de seu pai, Pr Severino Soares da Pedra Fundamental do Novo Templo.



Na direção deste trabalho o jovem obreiro promoveu diversos eventos entre os quais, grande desfile evangélico na cidade, de repercussão, para honra e gloria do nome do Senhor. Para sua surpresa, certo dia, promovia-se na Câmara Municipal de Itajuípe, significativa solenidade quando foi convidado para compor a mesa, ao lado do Pároco local, e do Pr. da Igreja Batista. Diante do ‘Curriculum’ daquelas duas autoridades eclesiásticas, foi impulsionado a reiniciar seus estudos contando, para isto, com o apoio material do amigo e prof. Lourival Alves.


Sua Primeira Ordenação – Presbitério


No final do ano de 1970, no dia 06 de Dezembro, com 18 anos de idade, foi separado ao Presbitério. No dia subseqüente, convidado a participar de uma reunião com o Pr. Rodrigo Silva Santana, foi designado para pastorear a Igreja de Remanso, próxima a Pernambuco e Piauí.

Eliel aos 19 anos, estudando o 2º Grau no Colegio Rui Barbosa, 1969 onde se tornou Professor de Canto Orfeonico, Educacao Fisica e Historia.


Seu Transporte para evangelizar a caatinga, sertao e as regioes ribeirinhas do Rio Sao Francisco onde fundou varias congregacoes.
 

Celebração do Primeiro Batismo


No dia 07 de setembro, pôr determinação do Pr. Severino, que se encontrava enfermo, celebrou o seu 1o. Batismo nas águas, no Rio São Francisco.

Na vida Ministerial, desenvolveu um pastorado voltado ao Evangelismo realizando dois grandes batismos. Organizou e Fundou diversas congregações nas Cidades de Manancial, Cana Fista, Campo grande, Campo Grande, Campo Alegre de Lurdes Pilão Arcado, Tombador, Vilas, Arraiais, Ribeirinhos do Rio São Francisco.

Em Remanso, aprendeu uma grande lição no convívio diário com aquele povo simples e laborioso. Aprendeu como agir para vencer as provas, suportar os sofrimentos, lutar com garra pela causa do Senhor, espelhando-se nas dificuldades que enfrentavam os obreiros e os Servos de Deus daquela e das demais pequenas cidades do Rincão Baiano em prol da obra. Talvez seja por isso que hoje, o Pr.Eliel se identifica muito com eles, pois que viveu sua vida e seus problemas chorando com suas tristezas e alegrando-se com suas vitórias.

No dia 26 de Novembro de 1972, após um ano e dez meses de pastorado, despedia-se da Igreja em Remanso, organizada e dinâmica. Deixou atrás de si um rastro brilhante, indo para a convenção em Salvador. 


Vinda para São Paulo


Em Dezembro 1972, após a Convenção Estadual em Salvador, vai a cidade de Ilhéus onde seu pai pastoreava e lhe participa o desejo de se mudar para São Paulo, pediu-lhe conselhos e ao ouvi-lo decidi transferir-se para o Sudeste do País.

Agora não mais de trem, nem de pau de arara, toma o ônibus e vai em busca de novos projetos e sonhos em São Paulo, indo para a cidade de S. Bernardo do Campo hospedando-se na casa dos Pb. Francisco Gonçalves e Francisco da Cruz. Naquele ensejo inaugurava-se o grande Templo da Assembléia de Deus em Sto. André, noticia colhida no programa Mensagens de Esperança do Pr. José Moreno pelo radio. Movido pelo Espírito Santo, o Pr. Eliel foi conduzido aquela solenidade. Ali, Deus preparou-lhe um encontro com o Mis. Harmon Johnson e Pr. Henrique Lelis os quais o apresentaram ao Pr. Joaquim Marcelino da Silva.

Deste encontro, preparado pelo Senhor, as Portas Ministeriais na Borda do Campo em terras ramalhinas começaram se abrir.


Igrejas Pastoreadas e Atividades Eclesiásticas e Religiosas

De 1967 à 1970 auxiliou em diversas areas e departamentos sempre da Igreja pastoreada pelo seu pai, Pr Severino Soares e com o exito de seus trabalhos, o seu pai designou-o para dirigir alguns cultos em pontos de pregacoes, casas, etc. passando em seguida a dirigir as congregações de Coqueiros, Nagé, Muritiba, Ubatã, e, finalmente, Itajuipe.

Primeira Igreja a Pastorear

No dia 09 de fevereiro de 1971 o Presbítero Eliel com as funções de Pastor chegou a Remanso. Ninguém o recebeu. Ficou sem saber para onde ir. Indagando sobre a igreja, sobe que o trabalho estava abandonado após a saída do Pr. José Rodrigues. Localizou o Pb. Francisco do Nascimento e dele tomou conhecimento de que em todo o campo havia 7 (sete) membros e 28 congregados em um salão alugado no Capão de Cima, Rua Cel. Medrado Castelo Branco s/n. Com este quadro, começou o trabalho de reorganização, e, no dia 14 de fevereiro de 1971, com a presença do Pr. Severino Soares foi apresentado e empossado, como Pastor daquela igreja.

O ano de 1971 marcou profundamente tanto a vida secular e ministerial de Eliel que havia concluído o Artigo 99, Madureza Ginasial (1º Grau) e continuava a sua brilhante e vislumbrante caminhada matriculando-se na 1a. Serie do Curso Pedagógico (normal) do Colégio Municipal Ruí Barbosa. Pela Graça de Deus que lhe envolvia, destacava-se em sabedoria dos demais estudantes a ponto de chamar a atenção da Dra. Nivalda Regis, que observando a natural liderança de que era possuído, entrevistou-o e, após, lhe convidou para ser um dos professores da cadeira de canto orfeônico e depois história no Ginásio. No mês de setembro, com a inauguração do Instituto Ermírio Campos Braga, foi designado para ser seu diretor.

Na vida comunitária de Remanso, destacou-se em diversas funções publicas e sociais.

Em São Paulo

No Campo e Igreja em Santo André, dirigiu varias congregações entre as quais Vila Alpina, V. Humaitá, V. Camilopolis, Jd. Guarara, V. Luzita e, pela 2a. vez V. Camilopolis.

Na sua trajetória Ministerial, serviu como 1o. Secretario e, também, como Vice-presidente da Igreja, durante três gestões de 1976 a 1981. E excepcionalmente durante apenas um dia presidiu a Reunião Ministerial transformada em Convenção Regional em Santo André, que posteriormente se tornou a COMADESP.

Ocupou inúmeras vezes funções de liderança e integrou diversas comissões em nível local, regional, estadual, nacional e internacional.

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Clique! Cifras gospel, aulas grátis, mp3 gospel
  Advertisement
 
 Busca e Pesquisa Evangélica
 
 
 

Hoje, tivemos 12 Visitantes em nossa pagina. 1 visitors (5 hits) on this page!
=> Do you also want a homepage for free? Then click here! <=